liberta a tua dança

liberta a tua dança

orientação

Constança Morais dedica-se a uma investigação intensa sobre a dinâmica energética da vida e como ela se revela nos nossos corpos, a partir dos fundamentos da meditação vipassana, da experiência somática e de várias práticas de meditação em movimento.

próximos cursos

liberta a tua dança
Constança Morais

17 a 19 de março 2022

sexta, sábado e domingo

horários

17 de março — 14:00 às 19:00
18 de março — 13:00 às 18:00
19 de março — 11:00 às 17:00 (almoço partilhado)

o curso

​'Conhecereis a verdade e ela vos libertará', está escrito naquele grande livro pelo qual nós, humanos, há tanto tempo nos batemos. Assim de simples (reconhecemos imediatamente nossa essência quando a tocamos). Assim de complexo (existem tantas camadas ...).

Este curso é um convite para voltarmos aos sentidos e nos enraizarmos na inteligência da nossa natureza animal. Ela nos guiará através de uma nova compreensão sobre as subtilezas da energia vital e de como estas se revelam nos nossos corpos e em todas as nossas relações.

À medida que a nossa presença se aprofunda, a nossa consciência e agência expandem-se e atrevemo-nos a visitar partes de nós que rejeitamos, lugares que evitamos há muito tempo... deixamos cair camadas desnecessárias, abrimos mão do controle, os conflitos internos perdem força ... tornamo-nos mais inteir@s e sintonizad@s com o movimento da vida ... tornamo-nos mais livres.

Neste workshop específico do Liberta a Tua Dança vais usar a dança para conhecer e empoderar o teu sistema nervoso, de forma a trazeres mais fluidez para a tua vida.

Explorarás como:
● usar o movimento para te recursares e alcançares um estado incorporado de presença e paz;
● dançar a integração entre paradoxos, trazendo suavidade e adaptabilidade a lugares de rigidez e conflito interiores;
● conhecer um pouco melhor o teu sistema nervoso autonómico e ajudá-lo a tornar-se mais funcional;
● libertar traumas armazenados na memória do corpo através do movimento consciente;
● trazer consciência aos padrões delimitam teus universos internos e externos;
● abraçar o que está vivo em cada momento (incluindo o doloroso, o pesado e o assustador);
● encontrar conexão, leveza, diversão e beleza no meio dos tempos conturbados que vivemos

Embora nenhuma experiência específica com dança ou qualquer tipo de arte seja necessária, é importante que estejas disponível mostrares-te ao grupo, a desmontar velhas narrativas e crenças e a alargar a tua zona de conforto.