Perante uma decisão em que devo confiar? As minhas emoções ou os meus pensamentos? O que faço com aquele “Gut Feeling”? Como sei que não nasce das minhas crenças? Devo confiar nele?